06/07/2016

Quando Mark Zuckerberg dá um bom exemplo



Se no post anterior acabei soltando o verbo contra Mr. Facebook, neste, venho elogiá-lo. Calma: ainda abomino a estratégia tirana do moço de lucrar manipulando o conteúdo postado pelos usuários na maior rede social do planeta. Entretanto, em termos de indumentária, Mark Zuckerberg é um belo (embora extremo) exemplo de simplicidade fashion - e, assim, mesmo que involuntariamente, um guru para o Projeto Desapegão.

Quem levantou a bola, aliás, foi o blog High Street Gent, com o post "Why you should wear the same thing every day" ou "Por que você deveria vestir a mesma coisa todos os dias". O texto de Dan Sinnott celebra o fato de um dos mais jovens bilionários do mundo usar apenas camisetas básicas e cinzas para trabalhar, day by day, assim como fazia Steve Jobs com seu onipresente (e horrendo) look formado por calça jeans, blusa preta e tênis.

Sinnott lista seis motivos para adotarmos caminho semelhante, como o fato de não desperdiçarmos energia em manter um vasto e variado guarda-roupa (limpo e passado), além de não precisarmos escolher diariamente o que vestir (e o que vai com o quê). Deste modo, você já elimina várias decisões a serem tomadas logo de manhã, deixando o seu início de dia numa vibe melhorzinha.

Por fim, o autor ressalta o aspecto icônico de um look fixo: "Se a sua meta é virar um case de sucesso e estampar a capa da 'GQ' ou da 'Harper's Bazaar', você deve começar a se vestir como um ícone agora! Da mesma maneira que a franja de Anna Wintour, faça o seu estilo impregnar cada um dos seus dias."

Obviamente, eu incluo, por conta própria, um novo item na lista proposta pelo blogueiro, puxando a sardinha para o meu lado - ou seja, para o desapego: quanto mais simples for o seu 'visu', menos roupas você consome, menos peças você desperdiça, mais meio ambiente você preserva.

Amém?