19/01/2016

9 motivos para você pensar 18 vezes antes de entrar nessa de 'do ityourself'

Customizar roupas é uma ótima maneira de renovar o closet e, ao mesmo tempo, dar aquela freada no consumismo - um dos pilares do Projeto Desapegão. Mesmo assim, eu evito. Fujo. Quase desaconselho. Simplesmente porque, para reformar uma peça, você precisa realmente saber o que está fazendo. Senão, a sua criação pode virar - fácil, fácil - uma ode à bizarrice. Um Frankenstein. Como nos cremosos exemplos abaixo:

1. Você acha que a sua criatividade não tem limites, mas, vá por mim: ela tem.



2. E essa criatividade toda, vez ou outra, vaza por lugares inapropriados.



3. Costura é engenharia. Não dá para sair grudando tachas onde você bem entende.



4. Rústico-chique? Nem sempre cola.



5. Quer inovar no pingente? Pense em algo não extraído do seu corpo.



6. Sim, as pessoas vão notar a sua completa falta de noção em modelagem.



7. Não acredite no "Qualquer um pode fazer em casa" que a moça da TV adora falar. Ela mesma nunca fez.



8. Decore o mantra: o que vai na mesa de centro da sala fica na mesa de centro da sala.



9. Já cagou tudo? Diga que foi o seu filho que montou na escola e te deu no Natal.