16/06/2015

O mundo de delícias que a economia em cabeleireiro já me proporcionou

Hoje, o projeto do perucão solidário completa exatos oito meses. E acho que é uma boa hora para falar de dindim, bufunfa, tutu. Por que? Porque fiz as contas, camaradas, e, até o momento, economizei cerca de 400 pilas em cabeleireiro!

Cheguei ao valor levando em consideração o preço do corte no salão onde aparo a juba há dez anos (R$ 50) e a antiga rotina de encarar a tesoura mensalmente. Achou pouco? Achou muito? Vejamos então algumas preciosidades que eu compraria com esses suados R$ 400:



#44 potes de Paçoquita Cremosa



#4.000 balas Juquinha (antes, claro, da bela jogada de marketing promovida pela marca para valorizar o produto)



#1 Rosé Imperial da Moët & Chandon



#1 chapinha Taiff Titanium 450



#3 noites em Foz do Iguaçu (incluindo passagens aéreas e hotel com café da manhã)



#1 ingresso para o Setor VIP do show de Ben Harper no Samsung Blues Festival



#4 pares de Crocs



#20 livros para colorir 'Jardim Secreto'