28/06/2015

Enfim, um rabo digno de doação



No início do projeto do perucón solidário, em outubro de 2014, era um rabicozito. Tinha módicos 16 centímetros e até poderia ser doado, segundo os critérios de algumas instituições. Mas, repetindo: um rabicozito. Quatro meses e meio depois, em março de 2015, já estava com 23 centímetros, mostrando um fôlego sobre-humano para se desenvolver.

Hoje, o meninão parece ter se aproximado dos padrões normais de crescimento - 1 centímetro por mês - e ostenta 26,5 centímetros. Ainda assim, em oito meses, meu cabelo doável ganhou 10,5 centímetros, uma média de 1,3 centímetro a cada 30 dias.

Com ou sem superpoderes, o importante é que o rabicó lá do início se transformou em um rabão respeitável, que, mesmo agora, quatro meses antes da tesourada decisiva, dá gosto - muito gosto - de doar. :)

Veja a evolução:



Só lembrando, o projeto 1 do 365 acaba em 17 de outubro, quando o cabelo será, finalmente, cortado e doado. Ou seja, ainda há uns bons centímetros de rabo a caminho.

23/06/2015

A amiga diva ensina #3: recuperando a cabeleira



Depois de oito meses longe das tesouras, meu cabelo virou um zumbi: meio morto, meio vivo, meio oleoso, meio ressecado, inteiro quebradiço, desajeitado, moribundo. Ou seja, chegou a hora de pedir socorro. E quem me acode desta vez é a amiga lindaça e queridaça Natália Signorini, dona de madeixas longas e notoriamente impecáveis.

Aqui, no terceiro post da série 'A amiga diva ensina', Nat dá dicas de tratamentos para lacrar o fio das inimigas, como o uso de Bepantol na juba. Sabia dessa? E tem mais, ó:

Eu - Que tratamento você recomendaria para um cabelo que está há oito meses sem corte - e, portanto, bem judiado?

Nat - Eu recomendaria a cauterização capilar, conhecida também como reconstrução capilar, porque é um tratamento que acrescenta nos fios a proteína que os compõe, a chamada queratina. Dessa forma, o tratamento reconstrói a massa capilar, recupera as fibras e a elasticidade do cabelo.

Quais os tratamentos que você adota com mais frequência?

Uso Bepantol Derma Solução ou simplesmente Bepantol líquido. Aplico o produto puro. Basta colocar algumas gotas na mão e espalhar nos fios úmidos ou secos, sem enxaguar. Às vezes, misturo com o condicionador ou uso como um leave-in, borrifando um pouco do líquido sobre os cabelos. Fica supermacio. Gosto também de usar creme sem enxágue. A aplicação é bem simples, é só tirar o excesso de água dos fios com a toalha, espalhar o creme nas mãos e aplicar na extensão das mechas. Distribua ao longo do comprimento e nunca perto da raiz. Em cabelos oleosos, use somente nas pontas.

Já pensou em doar esse cabelão um dia?

Nunca tinha pensado sobre isso, mas, depois que comecei a acompanhar o seu blog, passei a refletir sobre o assunto. Os cabelos são a parte do corpo a que a maioria das mulheres mais se dedica, sempre buscando os melhores produtos, os cortes mais adequados e os tratamentos mais modernos. Toda essa vaidade existe porque os cabelos ajudam a desenhar o formato do nosso rosto e até do nosso corpo. Por isso, perdê-los por causa de doenças autoimunes, de efeitos colaterais de tratamento contra o câncer ou mesmo por conta de acidentes mexe muito com a autoestima feminina. Assim, estou amadurecendo a ideia de doar os meus cabelos!

Você ainda será minha amiga quando eu aparecer na sua casa com o cabelo mais ressecado que um White Walker de 'Game of Thrones'?

Kkkkk, claro, querido! Mas depois dessas dicas, tenho certeza de que seu cabelo ficará ainda mais maravilhoso do que já é!

16/06/2015

O mundo de delícias que a economia em cabeleireiro já me proporcionou

Hoje, o projeto do perucão solidário completa exatos oito meses. E acho que é uma boa hora para falar de dindim, bufunfa, tutu. Por que? Porque fiz as contas, camaradas, e, até o momento, economizei cerca de 400 pilas em cabeleireiro!

Cheguei ao valor levando em consideração o preço do corte no salão onde aparo a juba há dez anos (R$ 50) e a antiga rotina de encarar a tesoura mensalmente. Achou pouco? Achou muito? Vejamos então algumas preciosidades que eu compraria com esses suados R$ 400:



#44 potes de Paçoquita Cremosa



#4.000 balas Juquinha (antes, claro, da bela jogada de marketing promovida pela marca para valorizar o produto)



#1 Rosé Imperial da Moët & Chandon



#1 chapinha Taiff Titanium 450



#3 noites em Foz do Iguaçu (incluindo passagens aéreas e hotel com café da manhã)



#1 ingresso para o Setor VIP do show de Ben Harper no Samsung Blues Festival



#4 pares de Crocs



#20 livros para colorir 'Jardim Secreto'

07/06/2015

Há dias em que eu me olho no espelho e vejo:



1. Calcinha Preta



2. Ozzy Osbourne



3. Ivete Sangalo (pobre)



4. Jimmy Fallon (fazendo cosplay de Extreme com Jack Black)



5. Pocahontas



6. Lord Elrond



7. Manila Luzon