04/05/2015

A quinta parceira!



Somos ambos jornalistas, descendentes de japoneses, amantes de gatos e, agora, doadores de cabelo. Lenita Outsuka, ex-colega de Estadão (e ex-companheira de tricô no extinto fumódromo da empresa) se junta ao time do perucão solidário, trazendo ao grupo a riqueza das madeixas grisalhas.

Ela, no entanto, se preocupa. "Não sei se meu cabelo cheio de fios brancos vai entusiasmar a criançada. Mas alguém sempre pode tingir, né?", pergunta. Pode. Tinturas e químicas afins não impedem que as jubas virem perucas, como contei aqui. Além disso, o processo de fabricação das novas cabeleiras inclui a pintura dos fios, caso necessário (relembre aqui). E ainda há a possibilidade de a doação ser dirigida a pessoas idosas - portanto, com o material in natura mesmo. Vai ser sucesso anyway!

Conheça as outras quatro parceiras do projeto: Stella Ribeiro, a Teca; Sabrina Braile, a Sá; Paloma Cotes; e Agatha Kim, a Gai.

Como o cabelo de Lenita está curtinho, talvez, sua missão ultrapasse os 365 dias em que eu e as demais peruquetes ficaremos longe das tesouras. "Acho que levará mais de um ano para os fios ganharem um comprimento decente para virarem peruca. Embora cresçam rápido, calculo que serão necessários uns 18 meses... Mas estão indo. Deixa o tempo passar..."

Precisando, há cinco tranças aqui para te puxar, companheira. ;)